IPQ
SPQ
Área de trabalho
(acesso reservado)

Revisão do SI

20/5/2019

Considerando que:

É essencial ter um Sistema Internacional de Unidades (SI) uniforme e acessível em todo o mundo, para o comércio internacional, a indústria de alta tecnologia, a saúde e a segurança, a proteção ambiental, as alterações climáticas e a ciência fundamental, que sustenta todas essas áreas;

Que as unidades do SI devem ser estáveis a longo prazo, consistentes e realizáveis com base na sua definição teórica e com elevada exatidão e
 
Que foram experimentalmente obtidos os resultados que permitiram cumprir as recomendações dos diversos Comités Consultivos do BIPM no sentido de se prosseguir com a redefinição do SI, 
propõe-se a definição das sete unidades de base do SI, utilizando a formulação de constante explícita, em termos das seguintes constantes fundamentais:
  • velocidade da luz no vazio (c) - metro;
  • frequência de transição de um átomo de césio (ΔνCs) - segundo;
  • constante de Planck (h) - kilograma
  • carga elementar (e) - ampere;
  • constante de Boltzmann (k) - kelvin;
  • constante de Avogadro (NA) - mole;
  • eficácia luminosa de uma fonte monocromática (Kcd) -  candela.
 
A adoção do novo Sistema Internacional de Unidades entrou em vigor a 20 de maio de 2019, enquanto sistema de unidades universal e coerente, tendo como objetivo primordial assegurar a rastreabilidade das unidades de medição ao mais elevado nível de rigor e exatidão, garantindo o aperfeiçoando e as necessidades da sociedade.
 

CONTACTOS | FAQ | QUESTIONAR | Sugestões | Reclamações
   Venda de Normas e Publicações
Atualização 2019-07-23 
Politica de privacidade  |  Responsabilidade (Disclaimer)  |  Contactos  |  Mapa
Conceção e Desenvolvimento: IPQ / Capgemini
   D
Compete QREN UE
Co-financiado pelo QREN