IPQ
SPQ
Área de trabalho
(acesso reservado)

​Certificação NP EN ISO 9001:2015


A decisão de implementar um SGQ começou a ganhar corpo em finais de 2009, quando,  pela terceira vez consecutiva, o IPQ logrou superar, no contexto do Quadro de Avaliação e Responsabilidade (QUAR), o objetivo estabelecido para o índice de satisfação dos seus clientes e partes interessadas. Este índice é calculado pelo mesmo método utilizado no ECSI - Índice Nacional de Satisfação do Cliente, a partir dos resultados obtidos em inquéritos conduzidos por uma entidade independente.

O público-alvo destas consultas abrange sete áreas diferentes, desde os compradores de normas aos utentes e colaboradores dos Departamentos de Normalização e Metrologia.


Perante o sucesso evidenciado nas sucessivas consultas, decidiu o Conselho Diretivo do IPQ dar mais um salto qualitativo, em termos de potenciar a sua capacidade de satisfazer os seus stakeholders, através da implementação de um SGQ, baseado nos requisitos e princípios da Norma NP EN ISO 9001:2008.

Desta forma, a potencial melhoria do serviço ao cliente deveria assentar em duas principais linhas de força:

  • Uma melhor gestão interna, alicerçada nos princípios da Liderança, do Envolvimento das Pessoas e da Abordagem por Processos e
  • Uma mais eficaz abordagem às necessidades e expectativas dos stakeholders, configurada nos princípios da Focalização no Cliente e das Relações Mutuamente Benéficas com Fornecedores.

A decisão formal de implementação do SGQ e da subsequente certificação foi tomada em janeiro de 2010, na perspetiva da obtenção do correspondente certificado até ao final do primeiro trimestre de 2011.

Após um período de trabalho intenso e empenhado, o grau de implementação do SGQ foi considerado, na sequência de auditorias internas, como tendo condições para ser submetido ao escrutínio da entidade certificadora. Feita a instrução do processo e decorrida a tramitação habitual foi proposta a data de 17 e 18 de fevereiro de 2011 para a realização da primeira fase da auditoria de concessão. Esta auditoria permitiu constatar a correta implementação e a adequabilidade do SGQ às condições de trabalho do IPQ e abriu, dessa forma, boas perspetivas de sucesso na decisiva auditoria de segunda fase.


Confirmando as expectativas decorrentes da primeira fase, a segunda auditoria permitiu à equipa auditora reiterar as conclusões antes expressas e, na ausência de qualquer situação de não conformidade, propor ao órgão decisor da APCER – Associação Portuguesa de Certificação, a concessão da certificação ao IPQ.


Com efeito, no contexto do QUAR 2011 o Instituto propôs-se cumprir o objetivo da sua certificação até ao final do segundo trimestre de 2011, e superá-lo, se esse facto ocorresse no decorrer do primeiro trimestre. Assim aconteceu, tendo sido concedida a certificação do SGQ em março de 2011.


Implementar um SGQ e afirmar, objetivamente, a sua adequação e eficiência através da certificação por uma entidade independente, foi determinante. Principiou-se assim uma caminhada audaciosa, pois as responsabilidades adquiridas a isso obrigavam, além de que o verdadeiro valor acrescentado pela certificação é o que decorre da correta utilização do sistema, melhorando a gestão e reforçando a perspetiva de intervenção na promoção da Qualidade em Portugal - a razão primeira da existência e missão deste Instituto.


Os seus colaboradores são merecedores de uma referência muito especial, pela forma empenhada como se integraram no espírito do projeto e pela competência demonstrada nas tarefas atribuídas.
Como importante contributo para assegurar sustentadamente a satisfação do cliente e colocando em prática os conceitos e metodologias que são da sua competência e das atividades que desenvolve, após a certificação do SGQ, sucederam-se as auditorias de 1.º e 2.º acompanhamento, respetivamente, em fevereiro de 2012 e de 2013.


Para finalizar um ciclo de certificação, em fevereiro de 2014 teve lugar a auditoria de renovação de certificação ao Sistema de Gestão da Qualidade, tendo-se constatado que o mesmo se encontra estabilizado, é gerido numa ótica de melhoria contínua e apresenta resultados globalmente positivos tendo, por isso, sido concedida a respetiva renovação da certificação.

O IPQ demonstrou assim que promove, não apenas o desenvolvimento da qualidade pela cultura de melhoria contínua assente no ciclo PDCA, mas também ele próprio dá o exemplo “fazendo o que diz que quer que os outros façam”, assumindo um papel dinamizador da economia e potenciador da competitividade das organizações e a sua aproximação contínua ao mercado.

Após este ciclo de 3 anos o IPQ tem vindo a melhorar continuamente o seu sistema de gestão e a implementar ações de melhoria, quer decorrentes de necessidades identificadas no dia-a-dia, quer decorrentes de oportunidades de melhoria identificadas nas auditorias internas e de acompanhamento e nos próprios inquéritos da avaliação de satisfação realizados ao/à cliente interno/a e externo/a.
 
Em 2015 e 2016 realizaram-se as auditorias de 1.º e 2.º acompanhamento após a renovação da certificação em 2014, e em março de 2017 o IPQ viu confirmada a terceira renovação da certificação do seu sistema de gestão da qualidade, tendo também efetuado a transição para o novo referencial normativo NP EN ISO 9001:2015.
CONTACTOS | FAQ | QUESTIONAR | Sugestões | Reclamações
   Venda de Normas e Publicações
Atualização 2019-09-18 
Politica de privacidade  |  Responsabilidade (Disclaimer)  |  Contactos  |  Mapa
Conceção e Desenvolvimento: IPQ / Capgemini
   D
Compete QREN UE
Co-financiado pelo QREN