IPQ
SPQ
Área de trabalho
(acesso reservado)


Palestra: 30 anos da definição atual do metro
Durante a revolução francesa é percetível a necessidade de se criar um sistema de medições universal. Há 222 anos, em 1791, a Academia de Ciências de Paris, após a adoção do uso de um sistema decimal para todas as medições, propõe a primeira definição para a unidade de comprimento, o metro, como sendo “igual à décima milionésima parte de um arco dum meridiano terrestre” e realizado através da materialização da distância entre topos de uma barra de secção retangular de platina forjada.

Após a “Convenção do metro”- 1875 e no seguimento da evolução científica e da 1ª Conferencia geral de pesos e medidas (CGPM - 1889), Portugal fica com a cópia nº 10 do protótipo internacional M (realização do metro através duma régua de secção X) para usar como padrão nacional.
 
As evoluções científicas e tecnológicas conduziram a novas definições e realizações práticas do metro. Em outubro de 1983, ou seja há 30 anos, na 17ª CGPM, no Bureau International de Poids et Measures (BIPM), foi estabelecida a definição atual da unidade de base do sistema internacional de unidades (SI) da grandeza Comprimento, o metro, como sendo “o comprimento do trajeto percorrido pela luz, no vazio, durante um intervalo de tempo de 1/299 792 458 do segundo”.
 
A definição do metro está hoje, ligada a uma constante fundamental e exata da física, a velocidade da luz no vazio. A realização prática do metro é agora universal e conseguida com o recurso a um comprimento de onda. Desde 1989 o laser e mais tarde o sintetizador de frequências ópticas do IPQ são os padrões nacionais do metro.
 
O laboratório de comprimento promoveu a realização de uma Palestra sobre este tema, no IPQ, no dia 27 de novembro.
 
Consulte a apresentação e os videos:
 
 
 
CONTACTOS | FAQ | QUESTIONAR | Sugestões | Reclamações
   Venda de Normas e Publicações
Atualização 2019-10-18 
Politica de privacidade  |  Responsabilidade (Disclaimer)  |  Contactos  |  Mapa
Conceção e Desenvolvimento: IPQ / Capgemini
   D
Compete QREN UE
Co-financiado pelo QREN